quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Vale a pena LER...

A entrevista que o Corsino Tolentino deu ao Expresso das ilhas (aqui). Gostei da simplicidade, da frontalidade e da forma descomplexada como abordou temas como ideologia Vs Ciência, Cultura, Educação etc...mas o que gostei foi a sua opinião sobre a oficialização da língua criola:Passo a citar algumas afirmações...


"Os partidos ganham eleições e formam governos como consequência de um jogo do tipo publicidade enganosa que a sociedade aceita. São promessas que, se tivessem sido analisadas com rigor ético e técnico nunca teriam sido feitas nem aceites. O PAICV terá prometido a oficialização da língua cabo-verdiana num prazo irrealista. "

"Não faz sentido andar por aí a perguntar às pessoas se são por ou contra a oficialização da língua cabo-verdiana. O crioulo cabo-verdiano fez-se antes de nós e continuará depois de nós, não valendo a pena dar ares de estar a inventá-lo. Novidade seria prepará-lo para ser utilizado nas escolas, nas igrejas, na universidade, na administração e na comunicação oficial. A língua cabo-verdiana não está preparada para todas estas funções e prepará-la é uma tarefa gigantesca para várias gerações"


"O processo parece viciado e é contra este modo de ver e agir que muita gente estará. Ninguém está contra a língua cabo-verdiana. A mão invisível ou a conspiração não existem, mas, coisa diferente, a sociedade exige rigor e verdade, porque qualquer das duas línguas nacionais é assunto demasiadamente sério para ser deixado exclusivamente aos linguistas profissionais ou amadores, os quais são merecedores do meu respeito e admiração"..."

"somos analfabetos em cabo-verdiano e a meia dúzia de estudiosos e escritores nas variantes da língua materna são os pioneiros que constituem a excepção à regra geral"



Bem..o melhor mesmo é lerem o artigo!

3 comentários:

Amílcar Tavares disse...

Só discordo num aspecto. Quando ele diz que "sociedade exige rigor e verdade". Não acho que a sociedade cabo-verdiana esteja a exigir seja lá o que for.

MS-Mnininha Soncente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MS-Mnininha Soncente disse...

Pois...tens razão..rigor e verdade são palavras que dificilmente fazem parte do criolo (o que é uma pena) Essa sociedade que ele se refere é a uma meia dúzia de pessoas...