quarta-feira, 27 de maio de 2009

33


33 anos de vida...pode-se dizer que de boa vida...tenho tido a sorte de fazer este meu caminho (que só está no início) com muita felicidade, muita sorte e com bons amigos ao meu lado...as coisas menos boas também fizeram parte neste meu caminhar...mas contabilizo-as porque me fizeram crescer e me fizeram mais forte (tá bem...em alguns casos...mais cobarde).
No ano passado recebi uma prenda maravilhosa...descobri que estava grávida...e hoje é bom olhar para esta prenda maravilhosa e aperta-la nos meus braços e encher a bochecha dela de beijos...
Geralmente não gosto deste dia (sou esquisita...quem disse que eu era normal?)...mas, desta vez, estou a apreciá-lo como se faz com um bom vinho...foi bom acordar com os meus amores, foi bom sentir o carinho dos meus amigos (alguns que só os ouço em ocasiões especiais...mas é bom porque sei que estão lá)...é bom...estou a gostar deste 33!!

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Orgasmo feminino....estudo


"O enigma do orgasmo feminino" - publicado na revista NATURE


O orgasmo feminino é uma coisa da qual as mulheres percebem muito pouco, e os homens ainda menos. Pelo facto de ser uma reacção endócrina, que se dá sem expelir nada, não se apresenta nenhuma prova evidente de que aconteceu, ou de que foi simulado. Diante deste mistério, investigações continuam, pesquisas são feitas, centenas de livros são escritos, tudo para tentar esclarecer este assunto. A acompanhar este tema, deu no outro dia uma entrevista na TV com uma conhecida sexóloga, que apresentou uma pesquisa feita nos Estados Unidos na qual se mediu a descarga eléctrica emitida pela periquita no instante do orgasmo. Os resultados mostram que, na hora H, a pachacha dispara uma carga de 250000 microvolts.

Ou seja, 5 passarinhas juntas, ligadas em série na hora do "ai meu Deus", são suficientes para acender uma lâmpada.

E uma dúzia é capaz de provocar a ignição no motor de um Carocha com a bateria em baixo. Já há até mulheres a treinar para carregar a bateria do telemóvel: dizem que é só ter o orgasmo e, tchan... carregar. Portanto, é preciso ter muito cuidado porque aquilo, afinal, não é uma rata: é uma torradeira eléctrica!!! E se der curto-circuito na hora de "virar os olhos"? Além de vesgo, fica-se com a doença de Parkinson e com a salsicha assada.

Preservativo agora é pouco: tem de se mandar encamisar na Michelin. E, no momento da descarga, é recomendado usar sapatos de borracha, não os descalçar e não pisar o chão molhado. É também aconselhável que, antes de se começar a molhar o biscoito, se pergunte à parceira se ela é de 110 ou de 220 volts, não se vá esturricar a alheira.


Estudo é estudo...Se o pessoal daqui da Praia tivessem descoberto isso antes, não tinham passado noites ao bréu!!!

...


quinta-feira, 21 de maio de 2009

Inferno Astral...


Acordar para mim tem sido terrível estes dias. Aquela sensação de "mas do que estou a fazer da minha vida?" tem sido minha companheira fiel. Já devia estar acostumada, afinal todos os anos é a mesma coisa: chegam os dias que antecedem o meu aniversário e fico irritadiça, pequenos nadas tiram-me do sério, a paciência entra em greve e sinto-me a pessoa errada no sítio errado e na hora errada...enfim..o dito inferno astral! As pessoas à minha volta sofrem com isso e, acreditem ou não,...eu também. Para completar tenho trabalho aos pontapés...que já começa a gritar porque me desviei 5 minutos para dar este berro.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Feriado na Praia....

...e eu a acordar bem cedo, viajar e vir trabalhar em S.Vicente...um gozo do caraças... ou dedicação exemplar? Estou ainda a reflectir na resposta...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Usar ou não usar?

Eis uma questão existencial... (para aqueles que tem titica de galinha ao invés de cérebros) Seguir os mandamentos da nossa "querida" igreja (não digo mais nada porque não quero ser excomungada)



Ou, do nosso "salvador" OBAMA (abstenho-me de mais comentários)(*)



Recebido por mail
Thanks Cleop.

(*) É o que dá a crise...há que economizar o discurso

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Preciso...


De não pensar

De só dizer asneiras

De viajar

De me meter num SPA

De me perder em sacos de compras e cubrir-me de "mimos"

De mandar o trabalho às favas


ENFIM...

Preciso de me sentir uma fútil...não sei se me entendem...

Hoje estou com aquela impressão que as pessoas burras, estúpidas, fúteis são pessoas felizes...e isso, acho eu, é um mau sinal...muiiiiito mau.