quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Brincando com a Gravidez das palavras...

Antes de mais peço desculpa pelo avalanche de post sobre gravidez...(os incomodados que se retirem) mas fazer o quê? É o meu estado actual e sinceramente não me apetece estar aqui a falar de outras coisas que me iriam tirar do sério, como por exemplo a Taxa de Serviço de Manutenção Rodoviária (TSMR) com o seu princípio duvidoso de utilizador-pagador e a falta de informação que assola os consumidores (aonde se meteu a ADECO?!?!e o Governo??!?!)...como dizia eu...não vou falar sobre essas coisas...vou é brincar às gràvidas porque às casinhas já viram que andei a brincar. Como já sabem estive de molho e como só podia mexer as pestanas, entreti-me em alguns momentos a queimar neurónios com coisitas parvas...neste caso sobre duas palavras... e reparei em coisas engraçadas (?).

ESTAR GRÁVIDA= Estado de ESPERA: Estar grávida é estar à espera… à espera que o tempo passe, à espera que tudo corra bem, à espera que no final da travessia nos chegue aos braços a vida que se gerou dentro de nós (mulheres claro…oh o privilégio !!!) e ainda bem que já não vestimos tanto a "espera" (os modelitos agora são um show e não autênticos sacos)
PARTO - Passado os tempos de “espera”…vem o “PARTO”… será que vem do verbo (1)partir de ir embora, porvir ou do (2)partir de quebrar, despedaçar, rachar, abrir ou ainda o (3)partir de distribuir, dividir, partilhar?? Giro não é?... se atendermos apenas à brincadeira em torno da palavra posso até concordar. Quando COMEÇA o “baile” a palavra pode ser do verbo (1) ir embora, porvir (nascer). DURANTE… é do verbo (2)partir de despedaçar, rachar e no FINAL é o momento da (3)partilha do ser para com a mãe e deles para com o mundo… LINDO…quase poético poder-se-ia dizer…estar grávida é lindo mas apenas as mulheres que já passaram por este “deserto” sabem o quanto que esta travessia é, muitas vezes, solitária.
O próximo post...adivinham é sobre o quê?...Gravidez...claro...

Sem comentários: