sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Os seis medos típicos de uma grávida (*)

Clicar para melhor visualização...
(*) Segundo Maitena

...só subscrevo metade.... Cuscos...não vou dizer quais!!!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Brincando com a Gravidez das palavras...

Antes de mais peço desculpa pelo avalanche de post sobre gravidez...(os incomodados que se retirem) mas fazer o quê? É o meu estado actual e sinceramente não me apetece estar aqui a falar de outras coisas que me iriam tirar do sério, como por exemplo a Taxa de Serviço de Manutenção Rodoviária (TSMR) com o seu princípio duvidoso de utilizador-pagador e a falta de informação que assola os consumidores (aonde se meteu a ADECO?!?!e o Governo??!?!)...como dizia eu...não vou falar sobre essas coisas...vou é brincar às gràvidas porque às casinhas já viram que andei a brincar. Como já sabem estive de molho e como só podia mexer as pestanas, entreti-me em alguns momentos a queimar neurónios com coisitas parvas...neste caso sobre duas palavras... e reparei em coisas engraçadas (?).

ESTAR GRÁVIDA= Estado de ESPERA: Estar grávida é estar à espera… à espera que o tempo passe, à espera que tudo corra bem, à espera que no final da travessia nos chegue aos braços a vida que se gerou dentro de nós (mulheres claro…oh o privilégio !!!) e ainda bem que já não vestimos tanto a "espera" (os modelitos agora são um show e não autênticos sacos)
PARTO - Passado os tempos de “espera”…vem o “PARTO”… será que vem do verbo (1)partir de ir embora, porvir ou do (2)partir de quebrar, despedaçar, rachar, abrir ou ainda o (3)partir de distribuir, dividir, partilhar?? Giro não é?... se atendermos apenas à brincadeira em torno da palavra posso até concordar. Quando COMEÇA o “baile” a palavra pode ser do verbo (1) ir embora, porvir (nascer). DURANTE… é do verbo (2)partir de despedaçar, rachar e no FINAL é o momento da (3)partilha do ser para com a mãe e deles para com o mundo… LINDO…quase poético poder-se-ia dizer…estar grávida é lindo mas apenas as mulheres que já passaram por este “deserto” sabem o quanto que esta travessia é, muitas vezes, solitária.
O próximo post...adivinham é sobre o quê?...Gravidez...claro...

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

tic tac... tic tac (2)

Pois... se anteriormente a Catarina estava cheia de pressa...agora cruzou as perninas, os bracinhos e recusa-se a mexer o rabinho para vir para este mundo. Actualmente vejo os dias a passarem, a barriga a crescer e os ponteiros da balança a mexerem ...para a direita!!!...ela? a menina? nem sinal. Acomodou-se! Já demonstra a personalidade que vai ter! Coloca todo o mundo de sobreaviso, criou (e continua a criar) expectativas nas pessoas para prováveis datas de nascimento, fez pessoas rezarem para nascer ou não em determinadas datas... e agora está tipo: " Não se passa nada!!"
Fico ansiosa (apesar de saber que tenho de me nortear pela palavrinha "paciência") e só penso que a danadinha está ganhando peso que nem uma desalmada e que cada dia que passa fica mais rechonchudinha e bem mais difícil a sua passagem em determinadas avenidas e ruelas do meu corpinho... já me vejo que nem frango escarrapachado pronto para ir para grelha.

É tão trocista que nos dias dos exames e consulta fica quietinha e quando saio começa com contrações, dá falsos sinais..enfim...vai brincando comigo...mas fazer o quê? não é a toa que o meu estado se designa por "Estar à ESPERA!!!" só me resta esperar... e contar os dias...

Adeus 2008...viva 2009

Pois..sei que ando atrasada...e como já sei qual a vossa primeira pergunta vou logo respondendo: Não..ainda não.
A Catarina ainda anda cá dentro...

O ano 2008 passou e como sempre faço um balanço...

Em 2008, dos meus desejos de Miss, apenas o da CMPraia se concretizou...


Dos mais realizáveis...
  • não há dúvida que mexi o meu corpo...ou melhor ele mexeu-se por si próprio...já tenho uma barriga que não me deixa ver minha amiga íntima e começo a não ver os meus dedos dos pés quando estou de pé (começo a ter a noção das dificuldades dos gordos e dos velhos).

  • A luta contra a preguiça tornou-se numa batalha titânica, isso de lutar contra as hormonas é cobardia... como podem perceber, tive de me render à ela...mas desta feita uma preguiça hormonal e "desculpável"...era ver-me estendida no sofá a dormir meio segundo depois de ter proferido uma frase.

  • Sem dúvida que foi um ano feliz que espero que se prolongue por 2009.

Para 2009 elegi a palavra PACIÊNCIA para me guiar...

Peço paciência na minha vida privada e na profissional. Espero que a minha impulsividade diminua consideravelmente e que a minha "tampa" não se solte com facilidade...já sei que vai ser difícil...mas tentarei lembrar-me desta palavra: P A C I Ê N C I A

Coincidência ou não, esta palavra tem nove letras e o nº 9 é um nº muito simbólico....representa o fim e o início (já não me lembro da explicação...li no "Codex 632") . Para mim será o ano que assinala o fim da minha era de EU, EU, EU e o início de uma vida que será (já está a ser!!!!) comandada por uma Mini-Me.