quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Carta à Catarina


"Minha filhota...

São notáveis as alterações que provocaste em mim. Desenvolveram-se sentimentos tão contraditórios como a noite e o dia, o sim e o não. Neste meu pequeno corpo que te alberga travaram-se batalhas terríveis...
Desejei-te, e cada dia desejo-te mais…mas temi-te.
Tentei manter-me indiferente mas entreguei-me, rendi-me… e amei-te…e amo…
Em mim nasceram sentimentos novos e velhos reapareceram como que revigorados.
Senti-me fortemente frágil mas também tão poderosa.
Passados agora este tempo de turbulências, espero-te, finalmente, com tranquilidade... tal qual céu e mar em dias quentes e claros.

Perco-me nas sensações e sonho quando tu, incansavelmente moves-te dentro de mim.
Mas espero mais de ti…
Espero que cultives em mim sentimentos tão nobres como a esperança, tolerância, paciência e sobretudo….
Espero que me ensines o que é o AMOR INCONDICIONAL…"

Praia Baixo, 15 Novembro 2008
Só se é realmente livre quando se está predisposto a abdicar de tudo, principalmente do medo do ridículo.

2 comentários:

VL disse...

ôia ôia a minha querida MS a demonstrar aquilo que desde pequena fez questão de esconder: UMA GRANDE SENTIMENTAL.

Estou orgulhosa de ti e pela primeira vez na vida vejo-te "apaixonada por alguem" sem esperar nada em troca.

Aproveita e espero que tenhas um parto normal, para poderes sentir o amor INCONDICIONAL no momento que ela sair de dentro de ti e ta colocarem nos braços....

Beijos

LAY disse...

kerida, simplesmente AMEI esta carta. Desejo, uma vez mais TUDO DE BOM para ti e para a tua familia..., nunca é demais dar as BOAS-VINDAS à (minha sobrinha) Catarina :):):)
Acredito que o mundo vai ganhar um tesouro,...mas se ela sair à mãe ( e à tia, claro!!!!..hehehehe...).. ...o mundo só terá a ganhar... ainda mais :)
jokitas pra voces kerida :):):)