sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Doce rendição


A ti...

meu amor...

Que me tem acompanhado nesta viagem desconhecida;

Que me tem apoiado estando presente em todos os passos;

Que mesmo em silêncio faz-me sentir amada;

Que me devolve em beijos e carinhos os meus despropósitos;

A ti...

...hoje agradeço as lutas que travaste contra as minhas barreiras e pouso as minhas armas de guerreira…e rendo-me a ti e ao teu amor…