segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Hoje...


Começa a estação do ano que eu mais gosto: O Outono.

Gosto das cores com que a natureza se veste...

Gosto do perfume que ela usa e a brisa que nos leva os momentos quentes do verão;

Quando estive em Portugal é que me apaixonei por esta estação linda. Por esta altura do ano visitava regularmente o Santuário "Bom Jesus de Braga" (que era mais visitado no Verão...). Ali deixava-me perder por entre as árvores e suas folhagens cor de fogo que muitas vezes compunham o tapete que se estendia pelo chão. Dava um passeio pelo lago...mergulhava minhas tristezas e saudades de casa e renovava minhas promessas.

Por aqui fica difícil ver isso, mas guardo essas lembranças no meu Baú que trouxe de Portugal.

4 comentários:

João Teles Leite disse...

...
é bom saber que guardas boas recordações como essa que descreves do meu País e, especificamente, do (meu) norte.
Tal como eu guardo do teu País e, especialmente, de SV

Virgílio Brandão disse...

Parece que compartilhámos o prazer de duas coisas; o tempo outonal e o Bom Jesus de Braga. Há alguns anos, quando podia tirar férias como o comum dos mortais, deixava sempre uns dias livres para ir à Ericeira e deliciar-me com o ar e o aroma do mar, admirar as folhas caídas e caindo de árvores cansadas e perder-me no nevoeiro matinal vogando no corpo e na alma convidando a beber um chocolate quente ou a ficar prostrado diante do mar...

O Bom Jesus de Braga, ficou como um local de refúgio desde que, há alguns anos, fui a um casamento no local – o Djon Luz animou e de que maneira a festa, mesmo sendo convidado e não músico para o efeito – e fiquei amante do local.

Desde então, sempre que chega o Outono, roubo um fim de semana às minhas obrigações e refugio-me no Hotel do Parque no Bom Jesus de Braga e, depois de umas paródias nocturnas (a cidade é um pouco pobre nisso, mas tem bons e surpreendentes refúgios), acordo com os passarinhos a cantar e o aroma outonal a entrar pela janela...

Dias bons trazem o Outono; sim.
Mas saudades, saudades mortíferas..., é do meu Mindelo.

Abraço fraterno,
Virgílio Brandão

MS-Mnininha Soncente disse...

Olá João, trouxe imensas recordações de Portugal e todas boas...Do norte então...nem se fala...deixei aí verdadeiros AMIGOS que me acolheram, ajudaram e partilharam seus momentos cmg (e vice-versa)

Virgílio, Braga foi o meu lar durante 5 anos e eu adorava viver ali. O Bom Jesus sempre foi o meu refúgio... as paródias minha perdição (na época tinha muitas opções!!!) e a universidade minha vivência...tenho saudades imensas das ruas antigas da cidade (um pouco violentada pelas imensas construções que tem feito por ali.) E ah..não sabia que frequentava o meu cantinho. Foi louvável a sua postura no caso da Ana Rodrigues (que fiquei a saber que está mto bem na escola e recomenda-se.

João Branco disse...

Ah acertaste em cheio! Estou contigo: Outono, sempre...

Vai um post no Margoso, com a devida vénia!

Kiss