quarta-feira, 25 de junho de 2008

Estou grávida e é o "must"(?)

Sempre achei que vendem sonhos às mulheres. Existe uma máquina poderosa de marketing por detrás da vida das mulheres que faz com que acreditemos (algumas) que determinados acontecimentos nas nossas vidas são o “must”!
Para sermos mulheres não basta sermos boas estudantes, boas profissionais, boas na cama, boa na conversa e ser BOA! Para nos considerarem REALMENTE mulheres temos de dar mais uma prova…a de ser mãe. E são as próprias mulheres, não contentes com as BOAS que os homens querem que sejamos, que impõe isso!!!!!
Estou a descobrir que afinal temos um único objectivo: Parir!
Eu sei que ando insuportável… nunca a desculpa das hormonas caiu tão bem, tenho-as aos saltos, cambalhotas, de cabeça para baixo e me dão nos nervos…sei também que ando impaciente com tudo e com todos mas caramba haja paciência…
Ok, é oficial que estou grávida (vi aquela coisinha que até coração já tem) (já dei mulher no entendimento de uns mentecaptas). É um bebé esperado e que vai ser amado (já está a ser). Mas…como eu já suspeitava…isso de gravidez não é pêra doce!!! O meu estômago já esteve um 8, agora nem sei aonde anda…talvez entre o esófago e a sanita lá de casa (minha nova amiga). Não sei o que é dormir uma noite inteira, nem comer uma refeição sem sentir nada. Cheiros então…parece-me a mim que meu sistema de detecção de cheiro já passou o dos cães lá de casa. Canso-me com pouca coisa. Enfim…Mas, pior que isso tudo é fingir normalidade para não ouvir coisinhas do tipo” ah eu na minha gravidez não senti nada”, “deixa-te de disparates”, “tas tão queixinha”, “que cara mais maldisposta”.

Helloooooooo, descobri que, infelizmente, faço parte das mulheres grávidas (70 - 80% - olha só como somos a maioria!!!!) que sentem estes males! E não preciso que me façam sentir uma “incompetente” neste campo por sentir-me maldisposta, com cara de enjoada. Sei que, passada esta etapa, vou finalmente desfrutar melhor do meu estado. Mas agora dêem licença para eu sentir tudo o que aquele ser de 2 cm me está a fazer sentir?!?! Posso? Prometem que não fazem aquela cara nº 33 ou 45? Obrigada!!
Um conselho de borla porque hoje não estou assim tãoooo maldisposta: Caso tenham alguma amiga, conhecida que esteja grávida, pela vossa rica alminha, não cheguem dando palpites sobre tudo e sobre nada sem ela pedir, nem armem-se em xicas-espertas como quem já tirou um doutoramento só porque já esteve grávida. Informações é coisa que não falta na net, livros e os médicos existem para isso.

16 comentários:

Anónimo disse...

felicidades...será que as tuas segundas vão mudar de "mood" ? :)

Djinho Barbosa

AGRY disse...

Aquele cliché, fazer do limão uma limonada atingiu, nesta postagem , um ponto alto?
E a nós, os machões, os marialvistas , o sexo forte que se borra com uma simples constipação,
não nos assiste o direito de fazer um comentário, pequeno que seja?
Como deves imaginar, palpites não posso dar.
Vai tudo correr pelo melhor e, depois, o que é preciso é animar a malta. Cuidemos ( ou cuidem?) da preservação da espécie

AGRY disse...

Apenas para a convidar a ver este
link
http://afinsophia.blog.com/1757838/

VL disse...

ahahahahahahahah
MS, Estava a contar os dias que ias demorar para postar sobre isso:)

Aproveita cada dia e cada sintoma deste teu estado, tenha todas as crises emocionais, hormonais e outros "ais" a que tens direito, pois o normal é passares por isso tudo.

E não deixes (sei que não vais deixar) que te façam sentir mais mulher agora, do que antes.
Tenho uma filha e a unica diferença que sinto é que as MINHAS RESPONSABILIDADES AUMENTARAM. Mas no tocante aos resto da minha vida, continuo boa profissional, boa amiga, boa filha, boa irmã e BOA como MULHER (ahahahahahahah)

Por isso, curta a tua gravidez (ou não), sinta raiva, amor, odio, melancolia, enfim é a NATUREZA a trabalhar

Abraços

João Branco disse...

Olha, eu só espero que a tua gravidez - parabéns! - esteja a ter - do outro lado - o devido acompanhamento. Assim, tens este tempo para aproveitar e à laia de «desejos-de-grávida-que-não-podem-deixar-de-ser-satisfeitos-porque-senão-ainda-acontece-uma-grande-desgraça» descontar todos os desaforos de uma relação a dois. É que nós temos mesmo que satisfazer, senão é o Diabo! Aquela fruta, que só se encontra no mercado, mas tem que ser agora, às 4 da matina; e depois quando chega como resultado de uma odisseia digna de Ulisses, afinal não é uma fruta, é um prato descomunal de batatas fritas! Agora!!!!

Testemunho: não se vê só nos filmes. Acontece mesmo.

Portanto, querida amiga, mesmo tendo em conta esse estado tipo mulher à beira de um ataque de nervos, aproveita!

Muita sorte, é tudo quanto posso desejar.

Forte abraço, JB

MS - Mnininha d'Soncente disse...

Bemmm...obrigadinha a todos. eheheh senti-me mimada.
Djinho, as minhas segundas tão mas pavorosas que nunca, lembrar que tenho de levantar da cama cedo e ter de enfrentar algumas feras...nem apetece levantar.
AGRY, pois é...dos homens aceito mimos, palpites fica difícil. Vou ver o site que me mandaste.
VL, pois é...aguentei o qto pude...mas depois saiu
JB: infelizmente não tenho tido desejos. o único que me lembro foi há umas qtas semanas, eheheh e adivinha...minha boca pedia OSTRAS!!! tive de arranjar substituto, o que vale é que não sou tãooooo exigente.Qto aos desaforos...boa ideia ;)sempre terei perdão, afinal o que não se perdoa a uma mulher grávida, emocionalmente instável. aahahahah tenho de começar a tirar proveito do meu estado!!! estou a olhar para o lado errado da coisa
Beijos a todos...

MM disse...

FELICIDADES sem palpites, alvitres, conselhos e outros quejandos mas com uma história a despropósito.
O meu obstetra era de uma calma atroz, nada stressava aquele homem e uma vez disse-me: a ginástica pré-natal é muito boa mas tem uma grande contra-indicação.
Lá perguntei porquê e obtive: "as conversas". Complementou face ao meu olhar espantado: "as conversas das mulheres e das amigas que vêm a acompanhar e que já tiveram filhos! É com cada uma... parece que fazem de propósito"
Felicidades, força e aproveita.

Paulino disse...

Alo, MS!

Antes, os meus parabens pela noticia (serio!).

Mas da minha parte, eu eh que preciso de uns palpites teus. Isto eh, estando "do outro lado da ponte" como fazer para lidar com os vossos humores assim tao flutuantes? Que nesses dias, estes instaveis estados de espirito dao comigo em doido eh eh eh...

Quase amaldicoei a natureza por naos nos ter permitido - a nos, pobres homens! - nao vos chatear a cabeca tambem com um humorzinho de gravidez!!!!

Abracos, felicidades mesmo.
Paulino

MS - Mnininha d'Soncente disse...

Oh Paulino...sinceramente não sei o que te diga...às vezes queremos estar quietinhas num canto, outras queremos miminhos. Camões errou..não é o amor..é a gravidez que é um contentamento descontente. Confesso que tem horas que fico pondo no lugar do pai e digo "é preciso ter paciência para me aturar". Segundo um amigo nosso a dica é pensar assim " Não é ela, é o meu filho que ela carrega que está a fazê-la tão chata e tão implicante" e assim conseguirás relevar o nosso "humorzinho de gravidez".

MS - Mnininha d'Soncente disse...

MM obrigadinha. É como digo..as conversas não matam, mas moem!!!Já faltou mais para terminar esta fase. Estou optimista!!

Anónimo disse...

MS
Dê uma olhada no nude.
Com carinho
CRA

::mari:: disse...

Quando estive grávida queria rogar pragas a cada pessoa que viesse com conselhos, dicas, avisos, etc. Os primeiros meses pensei "porra estar grávida é horrivel" porque enjoei daqui até ao japão. Depois vem a barrigona que não se aguenta e quanto maior estiver, menos conseguimos ver os pés e as "partes", além de nunca termos posição. Detestava aquelas gajas que diziam "aaaaaaaaadorei estar grávida, senti-me liiiinda". Eu senti-me feia, gorda e maldisposta.

Mas não é nenhum bicho de sete cabeças. Fecha os ouvidos e abre a boca. Goza a tua gravidez como bem entenderes e deixa que te façam as vontadinhas todas.

Felicidades! A paixão que depois sentimos por é tão grande que nos faz esquecer isso tudo.

MS - Mnininha d'Soncente disse...

Ahahaha. É verdade Mari, tenho uma amiga que disse que adoraria estar grávida o ano inteiro!!!!E eu só de ouvi-la a dizer isso fico doente!!!
sobre o meu físico nada a reclamar. Sou um trinca-espinha. A única coisa que mudou foram as minhas mamas! Estão lindas...até agora... ehehhe

Olga disse...

Parabéns Querida! Que tudo corra pelo melhor e podes sempre contar comigo. Beijos

Anónimo disse...

Mira,

Parabéns!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Abração***

Vânia

Tó disse...

Já te dei os parabéns uma vez, mas aproveito para te desejar muitas felicidades novamente. Aproveita bem esses momentos de contentamento descontente. :-D Beijos.