quinta-feira, 20 de setembro de 2007

"Pirataria Digital"...

Não sou muito de falar de política e ou políticos mas sinceramente...o caso de "violação de correio-electrónico" já me moeu o juízo. O Expresso das ilhas publicou extractos de e-mails do pessoal do PAICV: Certo? Tenho minhas dúvidas… até onde vai o direito de informação sem chocar com o direito à nossa privacidade? É claro que muitos defendem o direito à informação…MAS até o momento em que não é o seu correio a ser “devassado”. A mim não me interessa se o termo é “pirataria digital” ou “devassa digital” e o que já me cansou é esta troca de “termos” e a importância que o referido jornal e alguns políticos estão a dar às palavras para definir o que aconteceu.As pessoas estão a tomar isso de ânimo leve…acordem!!!! Não sejamos “animais políticos” sejamos racionais estão em jogo direitos fundamentais consagrados constitucionalmente e arduamente conquistados. Com a desculpa de segurança nacional, nos tempos do colonialismo, partido único e nos regimes actuais (EUA por ex. a conta do terrorismo) a privacidade de muitos cidadãos foi e está a ser violada e a informação utilizada para fins não muito nobres. Não nos deixemos cegar pelas quezilas políticas para defendermos atitudes condenáveis. A política é um jogo e acredito que as armas que o partido no poder usa e condenados pelos partidos de oposição são as MESMAS quando há troca de posição!! Não sejamos “Naif”. O poder está em nós, os eleitores, no nosso voto EM CONSCIÊNCIA. Votemos nas políticas e não nas pessoas e nunca nos esqueçamos que a informação é manipulada, que a verdade depende da perspectiva que nos é apresentada, julguemos as coisas segundo as nossa convicções e não pela dos outros. Eu não estou aqui a defender este ou aquele partido, mas sim a defender o direito que qualquer cidadão tem” DIREITO À SUA PRIVACIDADE”. A informação trazida a público não deveria ter sido tratada nas instâncias competentes? A informação não deveria ter sido detectada de outra forma? Não há mecanismos reguladores ou de controlo das despesas públicas? Não funcionam? Porquê? A culpa é de quem? Os partidos não se renovam no poder? As pessoas que estão nos cargos são intocáveis? Quem os nomeia? E quem nomeia os nossos representantes? CARAÇAS no final das contas…os culpados somos nós!!!!

Para os mais curiosos, na nossa constituição o art 43º é sobre a "Inviolabilidade de correspondência e de telecomunicações", onde estabelece que " por decisão judicial proferida nos termos da lei do processo criminal for permitida a ingerencia das autoridades públicas na correspondência ou nas telecomunicações" (o negrito é meu)

1 comentário:

Paulo Veiga disse...

Eu penso que são dois assuntos distintos Pirataria Electronica e Utilização endivida do dinheiro Publico, os dois são graves e devem ser investigados e punidos os culpados.

Sodadi bo meu amor