sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Sendo muiiiiiiiiiiiiiito incorrecta...

Quando vejo notícias destas " PN evita tragédia entre grupos rivais" o pensamento que me assola é: "é deixa-los matarem-se uns aos outros e que os sobreviventes apodreçam na cadeia"!
É incorrecto pensar assim, mas é revoltante quando vemos que um conjunto de crianças, sim crianças porque tem entre 15-22 anos, ameaçam a nossa segurança, fazem-nos viver confinados aos nossos espaços que consideramos seguros. Não estamos isentos de culpas, estes "Thugs"são frutos desta sociedade "sem tempo", "imediatista, "consumista" e outros nomes que não me ocorrem. Mas isso não os iliba! Numa sociedade também (des) informada, sabem que um tiro pode tirar a vida; mas parece-me que para eles a vida das pessoas é um jogo. Cansaram-se dos Playstation (desenganem-se aqueles que pensam que os Thugs são apenas rapazes pobres que vivem em zonas pobres) e agora jogam em tempo real e com alvos mais interessantes.
São os jovens cabo-verdianos no seu melhor a copiarem o que há de pior.
Quanto a mim ter a PN atenta não chega, temos é de criar alternativas SAUDÁVEIS para que os futuros jovens tenham outros interesses que não a criação de bandos criminosos e uso de drogas. Por exemplo, aproveitar os desportos em que CV tem se sobressaído e criar apetência aos jovens de fazerem parte de equipas de vencedores e ter mão dura aos que prevaricam (estou quase a ficar a favor da pena de morte).

Sem comentários: