segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Fui...

Ao festival da Baía das Gatas...e estive aí o tempo de ver o Boss AC... só!
Como sempre o festival é um encontro de amigos, músicas, sabores e cheiros, muiiitos cheiros.... Não sou fã de festivais, confesso, pelo menos os que já assisti deixaram muito a desejar - as infra-estruturas são péssimas, desde dos locais para comer passando aos inexistentes WC (e quando existem é preciso ter CORAGEM para os usar), há a maior concentração de bêbados e de fumo de churrasco por m2 e a espontaneidade muitas vezes roça a má-educação.
Pelo que ouvi, sexta-feira foi o melhor dia, com o Paulino Vieira a dar um verdadeiro espectáculo, foi com muita pena que não pude assistir, mas compromissos com minha cama e meu sono e aquela vontade de não me encher do perfume dos grelhados não me permitiram... No sábado, e cansada de ver aquela careta 33 quando dizia que não ia ao festival, arrastei-me até a Baía. No caminho abri o rádio e ouvi que o espectáculo estava com 2 horas de atraso.... e pronto... lá pensei eu com minhas chinelas "Livity só às 6 da manhã!". Chegando lá foi "olá pr'aqui, olá pra lá", cheirinho de frango aqui, uma cervejinha para o meu pézinho ali...a malta jovem sempre com um copo de álcool na mão ou não é considerado “cool”… enfim o costume!
De repente deu-me uma pancada e fui para beira do palco curtir o Boss AC, que pôs o "people" a vibrar com o "HipHop" e as gajas a sonharem com o tema "princesa"... para relembrar velhos tempos, para mim serviu o "baby dám corda" com uma versão mais reggae. O Gutto e a Ana Firmino, quanto a mim colocaram água na fervura . Quanto ao som… nota negativa!! Estava péssimo!!!! Findo o show do Boss AC e com a demora para a entrada do próximo grupo aquela vontadinha de me meter no vale dos lençóis bateu forte e rumei à cidade.
Deste festival ficou a vontade de ter visto o Paulino Vieira e de voltar aos meus tempos de “teen” com os Livity.
Um reparo ao pessoal que ainda tenta fugir de pagar as portagens…penso que se vamos lá, há que contribuir, afinal são 3 noites de músicas, independentemente da nossa opinião sobre o cartaz do festival. E se pagarmos, acredito que temos mais legitimidade em "pedir satisfações" à organização, bater o pé e reclamarmos quando as coisas não estão do nosso agrado.

2 comentários:

LAY disse...

Ai.... k saudades do festival!!!....Thanks MS por nos manteres sempre bem...informados :)... é sempre bom ter-te de volta :)
Besos

VL disse...

a bloguista fez um discrição ao detalhe do sabado do festival. Eu não estive lá, mas acompanhei pela radio ( não sou muito adepta dos lençois como a MS ahahahahah) e lá fui ouvindo o BOSS AC e o LIVITY dos meus 15 anos e pela forma tipica do grande "Jorgi Netu", me vi outra vez na Disco Pimp´s a dançar ao som do Rosinha e do "Livity ..WE´ve got the power".
Abri kusa!!!