terça-feira, 19 de junho de 2007

Palavras

Palavras...
Vãs, inúteis, comuns…
Palavras...
Faltam-me.
Passam por mim sem me causar espanto;
Escapam-me por entre os dedos;
Perdem-se por breves toques do pensamento...
Palavras…
São muitas,
Mas poucas,
Centenárias
Mas sempre novas.
Matam-me
Pela sua ausência…
Ferem-me
Na sua abundância.
Palavras…
Doces frias meigas
Primam hoje pela indiferença…

MS


3 comentários:

Irina disse...

lindo!!! ...

o alquimista disse...

A lonjura é a distância da viagem, a idade não cobre os rochedos, passam ventos de encantamento descobrindo mil e um segredos, tantas histórias, tanto caminhar, quanto tempo leva a viagem das pedras e se o sol não voltasse no amanhã achas que a lua sorria para elas?...


Boa semana


Doce beijo

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.