quinta-feira, 26 de abril de 2007

Pontualidade "à cabo-verdiana"!

Parece nome de um prato num restaurante...mas é como, quanto a mim, a pontualidade é vista em Cabo-Verde - Faz parte do menú quotidiano do cabo-verdiano, quer o prato seja quente ou frio! (leia-se compromissos formais/informais e/ou profissionais/pessoais)
Ser pontual à maneira Cabo-verdiana significa “Chegar atrasado”!! Salta-me a tampa quando ouço as pessoas dizerem com aquele ar de “expert”: “ Ah! X horas é o que dizem, mas à boa maneira cabo-verdiana deve começar lá para as Y horas” E dizem isso com a maior naturalidade(para não dizer LATA), como se não pensassem que isso é uma falta de respeito para quem organiza e para quem é pontual e fica à espera desses engraçadinhos. Ainda no último fim-de-semana houve um episódio que me fez ferver (ando muito sensível): O Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal da Praia foi convidado para uma cerimónia. Aceitou, foi-lhe enviado o programa…à hora marcada estavam os pontuais, todos tão ou mais ilustre do que ele, mas... do Exmo. Sr.…népia! 15 mn, 30 mn, uma hora, NADA!!Os organizadores, porque o referido Sr. era um dos membros da mesa, esperaram 1 hora (ainda bem que não esperaram mais) e deram início ao evento. Meia hora depois, ou seja 1H30mn depois da hora marcada, o dito se digna aparecer. Mas não entrou ou não o deixaram entrar (espero ter sido a última hipótese - estou "naqueles dias")… Aonde fica o respeito?!?! Não deveriam ser estes senhores exemplos?! Eu não tinha esperado mais do que meia hora!!!
Primo por ser pontual, quer a nível profissional quer a nível pessoal. Hoje já não há desculpas para atrasos sem justificação prévia. Antigamente minha margem era de 15/20 minutos, se não aparecessem eu desaparecia!! Agora? Minha margem é menor, afinal temos os telemóveis e sempre podem mandar um sms:”atrasado X minutos”, é o mínimo que podem fazer.
Enquanto continuarmos com essa cultura de “pontualidade à Cabo-verdiana”, continuaremos com esse joguinho de gato e rato: quem marca, marca mais cedo contando com os atrasos dos engraçadinhos e estes sabendo disso aparecem mais tarde… e os eventos nunca arrancam na hora estipulada e quanto aos pontuais continuam levando seca, pois na dúvida vão na hora marcada. Mas é possível educar os cabo-verdianos, querem exemplo? O barco Mar d’ Canal já deixou alguns engraçadinhos em terra…e agora é ver todo o mundo a chegar pontualmente e o barco a iniciar a viagem na hora prevista! Se cada um fizesse isso talvez poderíamos ficar um pouco mais “civilizados” e honrar os compromissos.
Quanto a mim não é chique chegar atrasado e, se um dia me casar, não sei se lançarei mão à prerrogativa de que as noivas chegam sempre atrasadas, meu noivo pode começar a ficar preocupado se eu me atrasar mais de 15 min e não mandar nenhum sms entretanto.

2 comentários:

VL disse...

Adorei o retalho. Sempre fui pontual, continuo sendo e espero morrer sendo. No outro dia aconteceu uma coisa engraçada.. organizamos um almoço dos trabalhadores e à hora marcada, lá estava eu e a minha prole. Um colega disse: por isso gosto da VL, ela nem com uma filhota consegue chegar atrasada ahahaha
Como se ter filhos é razão para se chegar atrasado ... é que para alguns colegas do trabalho, ter que levar os filhos à escola ou ir busca-los é explicação para chegarem com meia hora de atraso e sairem meia hora mais cedo....

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado