sexta-feira, 2 de março de 2007

A dor e o prazer de ser mulher...


Acordei com o firme propósito de que tinha mesmo que fazer aquilo.
Liguei a perguntar se podia passar por lá. No final da tarde lá me dirigi, entrei no quarto e passados uns 5 minutos já estava despida. Deitei-me e não foi preciso esperar muito para sentir o toque quente na minha pele. Relaxei-me e preparei-me, pois sabia que não iria ser doce. De repente senti aquela dor dilacerante que se prolongou por uns momentos que pareciam uma eternidade. Tapei a boca com mão, mordi os lábios, sustive a respiração, fiz de um tudo para suportar a violência daquilo. Só quem passa por isso sabe o que é essa dor que nos corta a alma.
No outro dia repito a visita, desta vez sei que não há lugar para dor, pode doer um bocadinho, mas nada comparada à dor do dia anterior. Tinha à minha espera água morna com sais e, um a um, fui metendo vagarosamente os pés, sentindo uma sensação agradável que me pôs logo relaxada. Tão diferente do dia anterior. Depois de seca, deitei-me, e sinto aquelas mãos massajando-me, e fui relaxando… não senti dor, apenas prazer, por ter 3 pares de mãos cuidando de mim…
É tão diferente quando se faz manicura e pedicura de quando se faz uma depilação.

Um bom fim- de- semana! Eu já me preparei, estou linda e à espera do amor.


PS: Sim, sei...fui muito marota, mas apeteceu-me brincar um pouco.


4 comentários:

Irina disse...

fala sério,vaconce, tua cara ... adorei

Tó disse...

realmente deve ser muito doloroso ser mulher. nem quero imaginar :-). Só espero que o prazer seja bem maior. :-D

PS: se o amor n te encontrar é pq ele é mm muito cego :-)

Adelaide disse...

«UnPretty -TLC

I wish could tie you up in my shoes
Make you feel unpretty too
I was told I was beautiful
But what does that mean to you
Look into the mirror who's inside there
The one with the long hair
Same old me again today (yeah)

My outsides look cool
My insides are blue
Everytime I think I'm through
It's because of you
I've tried different ways
But it's all the same
At the end of the day
I have myself to blame
I'm just trippin'

You can buy your hair if it won't grow
You can fix your nose if he says so
You can buy all the make up
That M.A.C. can make
But if you can't look inside you
Find out who am I too
Be in the position to make me feel
So damn unpretty
I'll make you feel unpretty too

Never insecure until I met you
Now I'm bein' stupid
I used to be so cute to me
Just a little bit skinny
Why do I look to all these things
To keep you happy
Maybe get rid of you
And then I'll get back to me (hey)

My outsides look cool
My insides are blue
Everytime I think I'm through
It's because of you
I've tried different ways
But it's all the same
At the end of the day
I have myself to blame
I'm just trippin'»

Esta é em nome dos velhos tempos... hehehe;)
deixo especialmente p todas nós que temos todas as razõe do mundo p nos sentirmos bonitas..:)
BJOKAS...

***LAY***

João disse...

... humm isso é para quem não te conhece. Mal comecei a ler percebi que havia marosca no "relato"...
ehe
E fazes bem, nunca é demais caprichar para criar uma imagem (ainda?) mais atraente
ARRASA !!!