segunda-feira, 26 de março de 2007

CVT - TeleCOME


Ora pois…a CVT mais uma vez na berlinda, desta vez não é acusada de “roubo” mas de ser roubada. Não achei que devia falar sobre isso e por isso mantive-me quietinha, quando li a notícia. Mas caramba, as coisas me perseguem! Imaginem a situação: Queria efectuar uma recarga e resolvi experimentar a “telerecarga” , publicidade que dá a cada 5 minutos na rádio -“si bu crê papia di graça” (musiquinha irritante)!!Ok, executei os passos na máquina ATM e dirigi ao balcão da CVT para saber o que fazer. Lá explicaram e fiz tudo direitinhooo.
Deu erro. Muiiiiiiiiiiiiiiiiiito calminha regressei, outra vez, à loja e pediram-me a 2ª via do Recibo. Já menos calma fui outra vez à ATM. Quando volto, encontro a loja cheia de clientes, e explicam-me que agora os carregamentos são efectuados pela CVT, que os cartões de recarga já não são entregues aos clientes, que as recargas agora demoram mais tempo a entrar no móvel WHAT?!?!?!?! Brincadeira!! Aí saltou-me a tampa! O QUE É QUE EU TENHO A VER COM ISSO?!?!?!? Não havia outra solução?!??! PORQUÊ vou ter de levar com um serviço mais moroso por culpa da CVT não ter tido ideia melhor para resolver problemas internos?! PORQUÊ milhões de clientes pagam por algo efectuado por alguns estudantes pestinhas, que passaram um atestado de “pouca inteligência” aos colaboradores da CVT ao descobrirem a sequência “lógica” utilizada para gerar os cupões de carregamento?! (isso mais uma vez vem demonstrar nós os cabo-verdianos somos mesmo controversos – somos inteligentes e criativos mas usamos isso em coisas “menos próprias”) continuemos…
Que a CVT tenha bloqueado os cartões dos prevaricadores, foi uma medida possível, porque se tivesse sido a ELECTRA, eles cortavam a electricidade e água e ainda tinham de pagar uma multa. – Há que haver alguma forma de punição!! Temos de aprender nesta nossa terrinha e fazer valer a expressão “Crime não compensa” ,por mais que temos visto casos que demonstram contrário, mas não sejamos “como os outros” nem cultivemos uma cultura assim, ou mais tarde isso vai ser bem pior….tipo terra de ninguém!
Que a CVT- nos meta os pés e as mãos nos nossos bolsos devido a um serviço de móvel, Internet e TV a cabo (que não presta) caríssimos, discordo da posição que ela mereceu a burla. Cada empresa vende um produto, e nós necessitados compramo-lo, se a empresa detêm monopólio e com isso ganha vantagem, meus amigos, se tivessem uma empresa nessas condições faziam o mesmo!
AGORA, o que não aceito é que me façam esperar mais de 3 horas para o meu saldo ficar disponível.
EXPLIQUEM-ME por favor porque a CVT não procurou resolver o problema sem lesar a maioria dos seus clientes? Já imaginaram se a TVCabo fizesse o mesmo?! Cada vez que descobria cartões piratas, PIMBA todos os seus clientes pagavam (serviço mais lento, etc, etc), ou a TMN ou a Vodafone?! Este problema técnico é assim tão complicado de se resolver? Os técnicos da CVT são tão vagarosos assim? – já agora uma sugestão: que tal fazerem uma troca de impressões com os pestinhas?
Será que fazem isto para “forçar” os clientes a utilizarem o serviço “telerecarga”!?!? Mas por experiência… a porcaria não funciona!! Pelo menos comigo! (Será que fui azarada?!)
Já ouvi/li que a solução vem a caminho…a T+… Mas meus amigos…desenganem-se se acham que, com a entrada de uma operadora, as coisas vão mudar…fiem-se na virgem! Tal como aconteceu em Portugal, o mercado mudaria se aparecesse uma 3ª operadora (em Portugal foi a Optimus), e lamento ser pessimista, mas não estou a ver o mercado de telemóvel em Cabo-verde suscitar a apetência de mais que 2 operadoras.

PS: Já escrevi demais para uma segunda-feira!

1 comentário:

João disse...

Tens toda a razão!!!!
Duas operadoras vão, com toda a certeza, entender-se muito bem em matéria de $$$ e o consumidor não vai ser minimamente beneficiado.
Pelo menos é isso que tem acontecido noutros países...